Pesquisa por Voz Pesquisa por Voz

Pesquisa por voz, você está preparado? Aprenda como fazer isso

A pesquisa por voz vem se tornando cada vez mais popular nos últimos anos. 50% de todas as pesquisas serão feitas por voz até 2020, por Comscore. Cerca de 30% de todas as pesquisas serão feitas sem uma tela até 2020, por Gartner . … Haverá cerca de 21,4 milhões de falantes inteligentes nos EUA até 2020, por Ativação.

Quando a Siri surgiu pela primeira vez, foi uma grande novidade, agora temos outras tecnologias de reconhecimento de voz para escolher, como o Google Voice Search, a Alexa. Então, não deveria ser espanto nenhum que mais da metade das pesquisas seja de busca por voz até 2020. 

Se quiser ficar por dentro e aproveitar ao máximo a pesquisa por voz para a otimização do mecanismo de pesquisa, a hora é agora. 

Otimize suas listagens locais

Muitas pessoas utilizam a pesquisa por voz para obter informações sobre os locais físicos que desejam fazer uma visita. 

Podemos dizer algo específico, como “encontre uma pizzaria em Pinheiros”. Nesse caso, é bom otimizar suas palavras para a palavra-chave “pizzaria Pinheiros”. 

O mais importante é que podemos dizer também algo genérico, como “encontre uma pizzaria perto de mim”. 

A pesquisa por voz pode reconhecer “perto de mim” e se referir à localização física do usuário móvel para obter os resultados. E não estão correlacionando essa pesquisa com suas palavras-chave.

Uma grande parte dessa informações, o mecanismo de será direcionado para as listagem do Google Meu Negócio. 

Pesquisa Google

Certifique- se que o seu esteja configurado corretamente. 

Adicione todas as informações da sua empresa e selecione as categorias mais relevantes. Quanto mais específico com suas categorias, melhor será suas chances de aparecer para a pesquisa por voz correta. 

Vejamos um exemplo, se você tem uma pizzaria que não possui a opçao para fazer a refeição no local, pule a categoria “pizza-restaurante” e seleciona “pizza para viagem”. 

Deve verificar também como seu nome, o endereço e o número de telefone aparecem nas listagens na web. O Google usa essas informações para a classificação das suas páginas na pesquisa local. 

Se possuir três endereços diferentes listados, o Google confiará menos em sua empresa. 

Palavras-chave de cauda longa segmentadas

As pessoas não utilizam a pesquisa por voz da mesma forma que fazem pesquisas regulares. 

Por exemplo se estiver digitando algo no Google no celular, não digite “como melhorar meu SEO na página”. Isso levará muito tempo. Ao invés disso, digite a palavra-chave “SEO na página” e escolha entre os resultados. 

No entanto, na pesquisa de voz, funciona como uma conversa com seu telefone. Palvras-chave de cauda longa são uma dado, 

Aqui está o que fazer:

Como as pessoas falam?

Análise o tipo de perguntas faladas em línguas naturais que podem levar as pessoas ao seu site. 

Esse é um tipo diferente de cauda longa, é mais sobre fala real do que variações de palavras-chave. Pode ir além de ferramentas regulares de pesquisa de palavras-chave de cauda longa que puxam todas as variações sob o sol. 

Responda o público é uma boa ferramenta para isso. Acrescentam termos de pesquisa com palavras como “para” ou “com” para aprofundar a intenção do usuário. 

Palavras chave

Uma ótima maneira de fazer isso é  você mesmo usar a pesquisa por voz. Faça perguntas que você já analisou e veja qual tipo de conteúdo aparece. 

Procure oportunidades no seu Analytics

Relatórios do Search Console do Google informam quais consultas reais levam as pessoas para o seu site. 

No entanto, não há como diferenciar se uma consulta veio da pesquisa por voz ou regular, mas o Google insinua que isso pode mudar. 

Mesmo dessa maneira, esta é uma grande oportunidade para debater palavras-chave de cauda longa, então, esperamos que você esteja usando. 

Crie um conteúdo no estilo perguntas e respostas

Depois que tiver algumas palavras-chave em linguagem natural no seu acervo, coloque-as em ação nas páginas do seu site. 

A maioria das pessoas limitam o conteúdo ao estilo Q & A nas páginas de perguntas frequentes, mas é o momento de expandir mais. Veja como pode otimizar essas consultas, renovando suas postagens no blog e páginas de produtos. 

Microdata reforçada

Deixe o processo mais simples possível para que o Google bot rastreie seu site e entenda o que é. Acaba aumentando as chances do mecanismo de pesquisa exibir seu conteúdo para responder as perguntas de pesquisar por voz. 

Para poder fazer isso, envie um sistema para o Google. Adicione também alguma informação importante para que as pessoas possam perguntar sobre o uso da pesquisa por voz, por exemplo:

  • Seu endereço
  • Número de telefone
  • Horas da loja
  • Preços
  • Direções das principais rodovias

Em seguida, deve usar microdados para ajudar o Google a entender o que são esses elementos.

Podendo criar marcações para todos tipos de casos de uso. Exemplo, aqui está um rich snippet que o Google retornou quando pesquisei: “Qual é agência de marketing mais próxima?” Por comando de voz:

Agência de Marketing Digital

O Google sabia o que exibir aqui por causa de uma marcação de microdados no site do Banco Mundial.

Vá para o Assistente de marcação de dados estruturados do Google e analise os diferentes tipos de conteúdo que pode marcar. Orientará também pelo processo e te ajudará a criar o HTML correto.

Foco no celular

Em sua maioria, as pessoas utilizam a pesquisa por voz estritamente pelo celular. Se ao clicarem em seu site nos resultados da pesquisa e acharem ele mal otimizado para os dispositivos móveis, provavelmente tentarão novamente e voltarão para os resultados.

O que pode aumentar sua taxa de rejeição, prejudicando seu PageRank no processo.

Segundo o Google, as taxas de rejeição móveis são 9,56% mais latas que as de desktop. Então, se está focando na otimização por da pesquisa de voz, sua prioridade deve ser a experiência do usuário móvel.

O Google possui duas atualizações do algoritmo Mobile Friendly. Pode utilizar o teste de compatibilidade com dispositivos móveis do Google para ver se o seu site é o melhor. Mas a facilidade de uso móvel é muito mais do que apenas um design responsivo. Você também deve trabalhar em:

Velocidade do seu site

Quanto mais rápido a velocidade do seu site, melhor, pois geralmente buscadores de voz estão em trânsito. Solicite uma análise grátis clicando aqui. A Qmais te ajuda a encontrar novas maneiras de melhorar a velocidade do site para celular e desktop.

Torne-o rastreável

Quem utiliza um dispositivo móvel estão menos propensas a ler artigos longos em uma tela pequena. Deixe o mais simples possível para eles obterem a essência do seu conteúdo.

Cabeçalhos informativos são uma alternativa para quebrar as coisas. Faça frases simples e parágrafos curtos.

Se possível ilustrar visualmente seu ponto.

Pensando nos dedos

Grande parte dos usuários de dispositivos móveis navegará no seu site usando o polegar. Se tiver sorte, eles adicionarão um dedo indicador.

Coloque botões ou links em sua página muito próximos e então, as pessoas podem clicar acidentalmente na coisa errada. Isso frustra alguns visitantes do site e pode aumentar sua taxa de saída.

Qmais Marketing Digital
Sua marca em diversos canais!

Experimente navegar pelo site no seu celular e anote qualquer problema relacionado com a experiência do usuário. Ou, melhor ainda, tente navegar pelo site em seu próprio telefone e tome nota de qualquer problema relacionado à experiência do usuário.

Analisando o desempenho

Análise para ver se há diferenças no desempenho para o tráfego de dispositivos móveis e no de computadores. Pode significar que há um problema com a experiência do usuário que precisa ser corrigida.

O Google Analytics possui alguns relatórios sobre dispositivos móveis x computadores para ajudá-lo a monitorar seus esforços.

Essas são algumas recomendações de como você deve otimizar a pesquisa por voz. Se as ferramentas de análise se tornarem mais granulares no futuro, será interessante ver números reais de como um site é otimizado para pesquisa por voz.

Gostou do conteúdo? Comenta aqui embaixo, se precisar da nossa ajuda estamos à sua disposição.

[Total: 1   Average: 5/5]
Compartilhar:

Sou um workaholic, talvez um pouco nerd, apaixonado por marketing e comportamento humano e empreendedor desde os 16 anos de idade (faz um tempinho…).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *