Consultor para Marketing digital Consultor para Marketing digital

Consultoria de Marketing Digital: tudo que sua empresa precisa saber

Consultoria de Marketing Digital

Todos nós temos a lembrança de um carro de som, com um jingle chato e impossível de esquecer. Uma voz estridente anunciava as ofertas com frases como “pamonha, pamonha, pamonha, o puro suco do milho”, “o carro do ovo na porta da sua casa, “olha a laranja seleta”!!

A internet deu potência ao megafone e permitiu que a mensagem fosse amplificada ao infinito, com acesso a todas as casas, em qualquer lugar do globo. São pop ups, posts, vídeos e milhares de anúncios coloridos nas redes virtuais. Mas como se diferenciar nesse mercado tão competitivo, com tanta informação e tão sedutor?

A consultoria em Marketing Digital faz com que você atinja seu público de interesse e direcione sua mensagem às pessoas certas. Entretanto, é sempre bom lembrar que curtidas não pagam contas. O objetivo de investir em marketing digital vai muito além de acumular views: é promover a conversão de desejos em negócios para sua empresa. Por isso, investir em marketing digital não é para amadores, é a oportunidade de oferecer seu produto ou serviço e provocar interesse, mais do que isso, é ser procurado pelos clientes e consumidores.

E como isso é feito?

  • Elaboração de uma estrutura interna de marketing;
  • Criação, lançamento, e mensuração de campanhas digitais;
  • Auxílio na contratação de agências especializadas;
  • Desenvolvimento de estratégias digitais;
  • Utilização das ferramentas digitais;
  • Ajuda na auditoria, e mais.

Muitas empresas ainda ficam na dúvida sobre qual o momento de contratar e de que forma isso irá ajudar nos negócios. Por isso, o que é preciso ter em mente é o crescimento exponencial do mercado digital em todas as áreas empresariais e o impacto que isso traz aos negócios.

Afinal, você sabe o que, quanto e como pode ganhar com a consultoria de marketing para transformar seu negócio online em uma máquina de vendas?

Fique tranquilo! A gente conta tudo pra você! Vamos tirar todas as suas dúvidas com as respostas às principais perguntas no artigo que você lerá agora:

Qual o momento certo para contratar uma consultoria para Marketing Digital?

Para ter um crescimento efetivo em números é importante criar um plano de investimento no mercado digital. E não estamos falando de valores altos. A partir de pequenos aportes já é possível atrair grandes resultados. Isso inclui a execução de um projeto de captação de clientes que, dia a dia, vão elevar a curva de crescimento de vendas. Sendo assim, um bom projeto requer um tempo de dedicação e profissionais que saibam navegar bem nesse mar disputado por tubarões do mercado digital. Por isso, tudo depende de quanto sua empresa está disposta a investir e o quanto pretende crescer.

Entre para o mundo digital.

Migrar para o marketing digital sempre será um investimento para o sucesso de sua empresa. Assim que começar a investir e perceber os resultados vai se dar conta de que cada realzinho gasto traz consigo muitos outros para sua empresa. E esse sentimento de avanço, de melhoria, com mais vendas, mais rotatividade e movimentação do negócio começa a devolver o otimismo e promover um novo ciclo de prosperidade. Quando dezenas, centenas de pessoas, de diversos cantos do país começam a compartilhar e elogiar seus produtos e serviços de maneira espontânea você percebe que alcançou aquilo que tantos empresários buscam: a fidelização.

O que analisar ao contratar uma Consultoria para Marketing Digital?

Quem atua no mercado digital sabe que as velhas fórmulas não funcionam mais. Manter os mesmos hábitos e práticas em um espaço dinâmico como a internet é fatal para o negócio. Muitas destas “táticas” digitais caíram por terra há anos, mas diversas empresas continuam usando estratégias ultrapassadas, que não funcionam mais.

O que analisar ao contratar uma Consultoria de Marketing
O que analisar ao contratar uma Consultoria de Marketing

Todo e qualquer profissional do ramo digital deve ficar atento às tendências que mudam ano após ano. O modo como lidamos com o marketing digital será certamente outro amanhã, por isso, é tão importante acompanhar as mudanças na velocidade em que ocorrem. Para sua empresa obter sucesso você precisa se certificar que os profissionais contratados estejam “por dentro” de mídias sociais, conversões, análises ediversos procedimentos digitais.

Pensando nisso, separamos aqui algumas dicas que possa escolher a consultoria perfeita e fugir das armadilhas que só vão tomar o seu dinheiro e atrasar o seu sucesso:

Vamos lá:

Expertise em SEO: Search Engine Optimization

De nada adianta nada você produzir ótimos conteúdos para seus canais digitais e desconhecer as ferramentas necessárias para fazer com que cheguem ao seu público-alvo, vamos explicar por que:

O ideal é que a agência de marketing digital possa avaliar seu site e suas mídias sociais. Assim, poderá dar um parecer com recomendações significativas sobre como torná-los realmente atrativos para o público consumidor. A agência pode ainda recomendar um conjunto de técnicas para o crescimento dos acessos ao seu site, o que envolve desde a arquitetura, conteúdo, até usabilidade e palavras-chaves relevantes para o seu negócio que sustentem o posicionamento da empresa.

A partir da aplicação dessas técnicas haverá um crescimento significativo nos acessos e na obtenção de novos clientes! É importante lembrar que o Google trabalha com estratégias de busca – e só o conhecimento em SEO pode ajudar a conduzir quem procura a um caminho que leve até você.

Pedir exemplos de outros clientes cujos resultados de SEO subiram a partir da orientação do consultor de marketing digital também é um bom caminho para não errar na escolha.

Habilidades de pesquisa

Como falamos acima, uma consultoria para marketing digital deve apresentar exemplos de trabalhos que deram certo e também levar para o cliente boas práticas em marketing digital. Sendo assim, ela pode auxiliar em estratégias que tragam bons resultados de ranqueamento orgânico nos mecanismos de busca. Um exemplo disso é a consulta de palavras ranqueadas no Google e como sua marca pode aproveitá-las para obter melhores resultados. Um bom consultor deve oferecer exemplos recentes do que funciona no mercado atualmente, como agem os concorrentes e palavras-chave mais buscadas, além de demonstrar experiência com ferramentas modernas de teste e análise. Uma boa pergunta em uma entrevista com um potencial parceiro de marketing digital é:

“O que você sabe sobre os meus concorrentes que eu não saiba?”

Conhecimento em marketing estratégico

Esse ponto precisa ser bem estudado ao contratar uma agência de marketing digital. Muitas pessoas costumam analisar apenas amostras de modelos de blogs, conteúdo em mídias sociais, e-mails e whitepapers. No entanto, o marketing estratégico agrega muito mais do que isso e requer análise, planejamento, implantação e controle de projetos com o propósito de atingir objetivos operacionais concretos. É preciso avaliar se a agência vai entregar seus serviços considerando o marketing estratégico, e não somente o plano operacional.

Conhecimento do negócio do cliente

Ao contratar um profissional para fazer o marketing digital da sua empresa, você irá escolher aquele que tenha um bom conhecimento das ferramentas necessárias para execução da tarefa, que saiba vender bem o seu produto. Mas como irá cobrar algo sobre a estratégia dele, se desconhecer o potencial que cada procedimento do marketing digital oferece? Será que ele está vendendo o produto do jeito certo para que a mensagem chegue ao máximo de potenciais clientes possíveis? É nesse ponto que a agência de consultoria de marketing digital pode ajudar, para que você mesmo possa desenvolver suas técnicas ou tenha informações suficientes para analisar quais entregar o serviço pode e deve te dar.

Vamos explicar o porquê:

Se a agência tem clientes do mesmo segmento que o seu é um indicativo de que possa dominar o setor e saber como se posicionar para obter ganhos naquele segmento. A metodologia de trabalho utilizada pela agência prevê imersões e entrevistas com os stakeholder internos e externos (executivos da empresa, parceiros e clientes da empresa)? Sun Tzu, na Arte da Guerra, escrito 5 mil anos antes de Cristo, já dizia que se você conhece a si mesmo e ao seu inimigo, não deverá temer o resultado de cem batalhas. Não há como elaborar estratégias em um mundo competitivo sem entender o movimento dos outros que também estão na disputa pelos mesmos clientes.

É fundamental verificar se a agência tem conhecimento do negócio ou que possa mostrar como obterá esse conhecimento.

Posicionamento estratégico

A empresa tem que estar envolvida com o resultado do cliente. Observar essa característica pode fazer a diferença entre ter ou não êxito no negócio. A agência e a consultoria de marketing digital devem estar comprometidas com as metas do cliente para elevar o padrão da marca e ganhar terreno para ser competitiva. Não basta apenas entregar sites, conteúdos e serviços digitais, mas de acompanhar e analisar o direcionamento de tudo isso no sentido do alcance dos resultados esperados para o sucesso do negócio.

Requisitos importantes da consultoria para marketing digital

Além desta lista básica de habilidades, há outros requisitos importantes. O quão acessível é o seu consultor? Você pode alcançá-lo rapidamente em caso de emergência?

A agência de consultoria de marketing digital pode apresentar-lhe indicadores claros que medirão o nível de sucesso da sua marca?

O plano é flexível para ajustes caso seja necessário? Quanta transparência de informações sua empresa terá no processo?

Contratar uma agência de consultoria de marketing digital deve seguir requisitos rigorosos e a seleção feita com cuidado, afinal, à medida que a tecnologia alimenta a indústria, novas abordagens de marketing continuarão a ser desenvolvidas. Embora seja importante saber como aproveitar oportunidades específicas, contar com uma empresa de consultoria para marketing digital que possua as habilidades específicas que podem ser aplicadas para ajudar sua empresa a alcançar seus objetivos, ainda pode ser o melhor caminho!

Objetivos de uma consultoria para Marketing Digital

A Consultoria deve orientar quais os melhores investimentos a serem feitos no ambiente virtual, bem como detectar os problemas, aumentar o número de vendas, analisar as variações de gráficos e números que são encontrados nas mídias sociais para que possa transformar esses dados em informações úteis para futuras decisões. Isso significa auxiliar a todos na sua empresa quanto aos melhores caminhos a serem utilizados nas mídias online, sem deixar de lado a análise do concorrente.

Objetivos de uma consultoria de Marketing Digital
Objetivos de uma consultoria de Marketing Digital

A Consultoria deve também auxiliar na contratação de uma agência digital e/ou fornecedores individuais de serviços on-line para os projetos de marketing da empresa para evitar o desperdício de tempo e dinheiro. A escolha certa dos profissionais responsáveis pela consultoria de marketing digital influencia diretamente os resultados da empresa. Essa habilidade não é adquirida rapidamente do dia para  noite. É necessário que ela reúna habilidades das diversas áreas do Marketing Digital para que possa guiar sua empresa para a direção certa.

A Consultoria de marketing digital deve ter habilidade de suporte na área de negócio online, como:

Com todas essas informações captadas e o entendimento dos valores, missões, visões, objetivos e as indicações especificadas das mudanças a serem feitas na empresa, a consultoria fará um planejamento estratégico na área de Marketing Digital, orientando sobre o que fazer e onde investir, mas vale lembrar que a execução do planejado é feito por agências de marketing digital. Claro que a consultoria da todo o suporte indicando inclusive uma lista de sugestões de profissionais especializados em cada área que será necessária atuar e que estejam dentro do orçamento da empresa.

Conhecimento em Marketing Digital

As mídias mais frequentes utilizadas pelo público atualmente são: Blog, Facebook, Linkedin, Instagram e Youtube.

Nesses meios, não é difícil que a sua empresa ingresse e realize alguns desses processos sozinha. A consultoria entra em cena quando é necessário atrair público consumidor para as plataformas online.

Lembra da análise do concorrente?

É exatamente isso o que a Consultoria irá fazer na plataforma: analisar o comportamento do concorrente para identificar seus pontos fortes e fracos. Bem como, qual a mídia mais indicada para atingir o público alvo, é o que chamamos de pesquisa de mercado. Após fazer a pesquisa de mercado, a consultoria deve buscar o engajamento da página da empresa.

Mas, como isso acontece? Pode ser duas formas: paga ou orgânica.

A forma paga é quando se paga um valor específico para sua publicação alcançar um determinado número de pessoas. Esses valores variam conforme o número de pessoas que você deseja alcançar. O famoso botão de promover que é encontrado em qualquer mídia. Entretanto, o canal de comunicação não irá enviar sua publicação para qualquer pessoa.

Por exemplo, o facebook conta com um algoritmo que analisa as postagens que cada usuário mais acessa e os seus interesses para mostrar no seu feed assuntos semelhantes.

Tráfego orgânico (SEO – search engine optimization)

  • Escrever conteúdo de qualidade e com frequência.
  • Ter conhecimento das boas práticas de otimização on-page e 0ff-page para que seu site tenha mais visibilidade no Google e atraia visitantes qualificados.
  • Saber gerenciar o conteúdo e o site. Geralmente saber trabalhar com um CMS como o WordPress por exemplo ajuda bastante.

Tráfego pago (PPC – pay per click)

  • Criar campanhas no Google Adwords, Facebook Ads, Instagram, Youtube, Linkedin, Waze ou qualquer outra plataforma que seja relevante para o seu negócio.
  • Analisar e otimizar campanhas em andamento.

Marketing de email

  • Criar campanhas de e-mail marketing.
  • Saber analisar os resultados de envios e propor melhorias.
  • Gerar relatórios que possam contribuir com a estratégia.
  • Dominar ferramentas de envio de e-mails.

Inbound Marketing

  • Conhecer e aplicar estratégias de inbound marketing.
  • Saber definir personas e criar conteúdos relevantes.
  • Criar fluxos de nutrição.
  • Criar landing pages.
  • Ter domínio de plataformas de automação (RD Station, Hubspot, Infusiosoft, SharpSpring, etc).

Redes sociais

  • Gerenciar diversos canais em redes sociais distintas (Facebook, Twitter, Linkedin, YouTube, Instagram, etc).
  • Produzir conteúdos que engajem e convertam.
  • Saber gerar e avaliar relatórios de desempenho em cada rede.

Web Analytics

  • Definir metas e KPI´s.
  • Elaborar relatórios para monitoramento.
  • Avaliar desempenho e mudar /ajustar estratégias quando necessário.
  • Ter domínio do Google Analytics.

Planejamento Estratégico:

A Consultoria utiliza do Planejamento Estratégico para avaliar alguns sistemas da empresa cliente em áreas estratégicas responsáveis por:

  • Divulgar de produtos;
  • Modificar ou agregar novas ideias de marketing.

Com isso é possível descobrir variações de mercado em relação a produtos específicos. Se o produto X recebe um determinado grau de investimento em marketing digital e não dá o retorno esperado é hora de avaliar se o valor não pode ser melhor realocado em outro produto que poderia obter melhores ganhos, mas não recebeu a atenção devida. Isso pode ocorrer também quando alguma característica do produto divulgado não tenha sido destacada da maneira correta de modo a atrair resultados muito melhores e por isso é tão importante a ajuda de um consultor em marketing digital para potencializar ganhos e acabar com gastos realizados de maneira incorreta . É a matriz BCG  que analisa todos os produtos da empresa que estão no mercado, serão lançados, estão estagnados ou serão retirados por não ter um bom retorno.

O planejamento também serve para separar e identificar os objetivos e planos de curto, médio e longo prazo a serem realizados. Bem como, de propor uma estratégia, a consultoria permite o acompanhamento dos resultados para redefinição da rota caso seja necessário.

Marketing de Relacionamento

O Marketing de Relacionamento é o planejamento que cria aproximação da empresa com o clientes e potenciais clientes, através de benefícios e comunicação. Sendo assim, é Ideal que a empresa adquira um atendimento cativante para conquistá-los de maneira criativa, com benefícios para gerar fidelidade.

Para que o Marketing de Relacionamento gere resultados, ele precisa seguir algumas etapas:

  • Identificação dos clientes que fazem compras com certa regularidade;
  • Quais os que possuem relevância para o faturamento da empresa;
  • Construir banco de dados dos clientes (Obs.: esses bancos de dado sempre devem permanecer atualizados);
  • Através do banco de dados, a empresa produz campanhas e investimentos para criar a fidelização com os clientes;
  • Atendimento ao cliente de qualidade;
  • Pesquisas de satisfação do cliente;
  • Desenvolvimento de um programa de fidelidade e ações que incentivem o retorno;
  • Bonificação por planos de fidelidade;
  • Contato do cliente para transmitir informações como:
  • Ofertas
  • Lembrança de data de aniversário;
  • Interações em redes sociais.

Resumindo, o plano de Marketing de Relacionamento está vinculado diretamente com a forma de ligação entre a empresa e seus clientes. Assim, é possível conseguir um feedback sobre as interações e sua ocorrência, perceber quais produtos estão fazendo mais sucesso e quais não estão dando retorno. O sucesso do Marketing de Relacionamento só ocorre quando os clientes passam a falar positivamente dos produtos e serviços da empresa para outras pessoas, divulgando a marca espontaneamente.

Guerra de Preço: Hermann Simon nos explica da melhor forma

A concorrência mais acirrada, os gostos e preferências mutantes e cada vez mais refinados dos consumidores, a diminuição das margens de lucro e o aumento de custo, dentre outros fatores levam os empresários a tomar uma série de medidas no intuito de manter ou conquistar clientes.

Sendo assim, a guerra pelos consumidores apresenta muitas complexidades e muita incerteza ao nosso dia-a-dia.

Muitas vezes na intenção de estarmos adequados aos nossos clientes, buscamos meios de tornar a nossa empresa, produto ou serviço mais atraentes. Entretanto, é bom lembrar que os concorrentes também estão na disputa pelos mesmos clientes.

Disputa acirrada

Dentro deste panorama de disputa acirrada em um ambiente extremamente dinâmico surgem inúmera tentativas de captar e manter consumidores. Uma das primeiras ações, em geral, é a promoção de serviços ou produtos. São promoções, descontos, barbadas, cuponagem entre muitos outros. Em especial há uma tendência de “chamar” os consumidores através de descontos, de reduções de preço, de maiores prazos e assim por diante.

Um alerta muito importante deve ser dado: reduzir preços, dar descontos ou qualquer outra vantagem aos clientes só faz sentido quando integrado a estratégia bem construída de vendas com uma análise bem cuidada do controle de custos e margens de lucro.

O problema é que muitas empresas não consideram suas estruturas de custo:

O cálculo da margem de lucro deve ter por parâmetro critérios como concorrência, custo com funcionários, de manutenção, bem como, do estoque, de emprego do dinheiro entre várias outras possibilidades.

Portanto, o primeiro ponto é definir uma estrutura coerente de custos e lucros, para saber que se for conceder X% de desconto ainda vai lhe restar Y% no final.

Guerra de preços: ofereça benefícios aos consumidores

Outro ponto a ser destacado é em relação à guerra de preços em si, é como os consumidores podem ganhar com tal ação. Todavia, as empresas, em geral só tendem a diminuir sua lucratividade, incentivar consumidores altamente voltados a preço, aumentar os custos operacionais e financeiros e diminuir seu poder de persuasão e a “fidelidade” de certos públicos alvos.

Antes de travar uma guerra de preços, deve ser definida uma faixa justa de preço além da oferta de outros benefícios agregados, como:

  • garantias;
  • qualidade superior dos produtos e serviços;
  • atividades de pós-venda;
  • atendimento diferenciado;
  • maior variedade ou opções;
  • horários e prazos convenientes;
  • apresentação física da loja agradável;
  • benefícios aos consumidores habituais.

Entre várias outras alternativas que permitem que a empresa seja competitiva, interessante aos olhos do consumidor e principalmente lucrativa.

Travar guerra de preços exige um grande “poder de fogo” e “fôlego” para ir até o final da batalha.

Busque meios de entender o que os consumidores consideram importante, o que valorizam na empresa e no concorrente. A partir daí devem ser definidas estratégias que atraiam novos consumidores sem perder os já conquistados. Definitivamente entrar em uma guerra de preços pode ser bastante prejudicial…para a empresa logicamente.

Quer aumentar as vendas?

Antes de responder que sim, cuidado: você pode conseguir o que deseja. Na busca de maior participação de mercado é tentador jogar o preço na lona. E aí é para a lona costumam ir também os lucros. A afirmação é do consultor alemão, Hermann Simon, fundador da Simon, Kucher & Partners, uma das maiores consultorias do mundo na área de precificação e estratégia.

Veja a entrevista que ele deu à Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios:

PEGN: O senhor critica a busca desenfreada pela maior participação no mercado. Por quê?

Hermann: Muitas empresas se orientam pela participação de mercado apurada com base no faturamento ou na quantidade de unidades vendidas. Diante disso, aplaudem qualquer crescimento das vendas. Mas como conseguem vender mais? Cortando preços.

Esquecem-se de que a manobra costuma arruinar a margem de lucro e pôr em risco o futuro do negócio. Não que eu seja contra a busca de maior fatia de mercado, mas desde que seja resultado de inovação e um bom desempenho, não redução dos lucros.

PEGN: Como as guerras de preços costumam começar?

Hermann: Geralmente uma empresa começa a cortar preços para se desfazer de um grande estoque ou ganhar mercado para aproveitar mais sua capacidade de produção e distribuição.

PEGN: Como a concorrência responde? Com outro corte de preços.

Hermann: Depois que o processo começa, é muito difícil conseguir voltar a praticar os preços anteriores.

PEGN: Quer dizer que as guerras de preços nunca valem a pena?

Hermann: Não é sempre. No entanto, para vender por menos, é preciso que toda produção, administração, distribuição e cadeia de fornecedores estejam orientadas para o baixo custo.

Esse arranjo é praticamente impossível nas empresas que não foram estruturadas, já na sua origem, para operar com custos tão reduzidos.

PEGN: Quais as empresas menos sujeitas às guerras de preços?

Hermann: Empresas inovadoras ou com diferenciais de mercado são as menos vulneráveis.

PEGN: Como pequenas empresas podem evitar as guerras de preços?

Hermann: A guerra de preços é especialmente danosa para as empresas menores, que têm menos força para competir com as grandes. Mas os pequenos podem tirar vantagem do fato de ter uma relação mais pessoal com os clientes para melhorar os produtos ou serviços.

Com isso, ganham condições de cobrar mais.

O que não se pode esperar de uma consultoria de marketing digital:

Muitas empresas ao contratar uma consultoria acreditam que ele estará disponível em tempo integral.

Entretanto, o que acontece é que essa consultoria é contratada em um pacote de horas. Ou seja, é importante a empresa combinar com a pessoa responsável pela consultoria como será a dinâmica de horários. A consultoria é responsável apenas pelo planejamento e orientação das atividades que devem ser realizadas. Portanto, a parte de execução dos processos, fica a cargo da gestão ou empresas terceirizadas, em alguns casos a própria consultoria oferece os serviços de gestão em conjunto.

Benefícios da consultoria para Marketing Digital

A consultoria irá ajudar na expansão do negócio, tanto para empresas que estão começando como aquelas que precisam se adequar aos novos meios de negócio e estão há mais tempo no mercado.

Benefícios da consultoria em Marketing Digital
Benefícios da consultoria em Marketing Digital

Entretanto, não para por aí! Além dos gráficos e números que já citamos, outros dados que por muitos passam batidos serão analisados para serem usados da melhor forma, como:

Quais palavras-chaves atraem mais visitas ao site?

Qual o estilo de postagem gera mais engajamento nas mídias sociais?

Quais redes sociais são mais utilizadas pelo público alvo daquela empresa?

Qual estratégia devo usar para disparo de e-mail marketing?

7 Motivos para ter uma Consultoria de Marketing Digital

Nos dias atuais é imprescindível que a empresa esteja nas plataformas online. Entretanto, para que isso funcione é importante que a sua empresa saiba como se adaptar para conseguir moldar as plataformas a seu favor. É necessário então que a empresa trabalhe com um especialista na área, que conheça todos os recursos necessários e saiba analisar todo o mercado para criar as melhores estratégias.

No caso da plataforma online, a melhor indicação para realizar essa função de análise e criação de estratégia é a Consultoria de Marketing Digital.

Opinião de fora:

A consultoria, por estar de fora do envolvimento diário da empresa, terá uma visão diferente até pelo fato de lidar com diversas realidades empresarias. Sendo assim, facilitando as vendas com uso de técnicas de planejamento e análise de resultados.

Organização de serviços e produtos da empresa:

A Consultoria de Marketing Digital, através da análise de mercado e criações de estratégias para alcançar o público:

  • Organizará a divulgação dos produtos;
  • Ou serviços que a sua empresa tem a oferecer.

Otimização de tempo da empresa:

Para uma empresa que deseja expandir seus negócios para a plataforma online, fica difícil conseguir conciliar o gerenciamento das tarefas necessárias na plataforma com o dia a dia da empresa.

Assim sendo, a consultoria auxilia na realização das tarefas, inclusive a melhor maneira de distribuí-las, o que otimiza o tempo da empresa.

Treinamento personalizado:

Uma consultoria de Marketing Digital tem o diferencial de oferecer um treinamento diferente para sua equipe, pelo conhecimento das tendências e necessidades da plataforma online. Dessa maneira, além de criar estratégias eficientes para o crescimento da empresa na plataforma on line, é o trabalho em equipe com treinamento personalizado para que os funcionários sejam capazes de conduzir os processos das estratégias sozinhos.

Retorno sobre o investimento:

Para a consultoria de Marketing Digital é de extrema importância que o cliente obtenha um retorno maior do que o investimento. Logo, é garantido que sua empresa receberá um trabalho de extrema qualidade e uma atenção especial. Portanto, agora você já sabe qual a utilidade de uma consultoria completa de marketing digital para o crescimento da sua empresa. O mercado online facilita a interação com o consumidor final, o que ajuda na fidelização da marca.

Entre em contato conosco e conheça os profissionais mais qualificados do ramo, prontos para lhe auxiliar durante este processo.

A Agência Qmais agradece sua visita! Até a próxima!

[Total: 2    Média: 5/5]
Compartilhar:

Sou um workaholic, talvez um pouco nerd, apaixonado por marketing e comportamento humano e empreendedor desde os 16 anos de idade (faz um tempinho…).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *